Tipos de transplante capilar: conheça os 3 procedimentos mais comuns

Tipos de transplante capilar: conheça os 3 procedimentos mais comuns

Tipos de transplante capilar: conheça os 3 procedimentos mais comuns

Com a popularização de procedimentos estéticos, a reconstrução capilar passou a figurar como uma das principais cirurgias plásticas realizadas no país. Entretanto, ao contrário do que imaginam a maioria das pessoas, esse tipo de tratamento não tem por objetivo preencher e ajustar os fios do couro cabeludo. Afinal, áreas como os cílios, sobrancelhas, barba e bigode também são cada vez mais comuns.
Ficou interessado no assunto? Então, está no lugar certo! Neste post vamos explicar com detalhes tudo o que você precisa saber sobre esses tipos de transplante capilar. Acompanhe.

1. Transplante de cílios
Para algumas mulheres, um olhar marcante é sinônimo de beleza. Por isso, o transplante de cílios se tornou uma alternativa interessante para pessoas que se sentem insatisfeitas com a aparência. Contudo, existem diversos motivos que explicam o crescimento desse método, sendo alguns deles por razões não cosméticas.
Afinal, vale lembrar que essa técnica pode ser aplicada em casos de queimaduras, traumas e problemas de ordem psicológica, como a tricotilomania. Portanto, falhas naturais, causadas por distúrbios nervosos ou acidentes domésticos podem ser corrigidas por meio desse tipo de cirurgia.
Na prática, este procedimento consiste na extração de uma pequena faixa do couro cabeludo — geralmente na região da nuca —, em seguida, o cirurgião transforma os fios, modelando-os com o auxílio de um microscópio específico. Por fim, os fios são inseridos através das pálpebras de modo a deixá-las mais harmoniosas.
Os cílios exercem um papel muito importante para a saúde e qualidade de vida dos seres humanos. Isso porque, além de proteger os olhos contra lesões, poeiras e ciscos, garantem um olhar mais expressivo.

2. Transplante de sobrancelhas
Muito importante para o contorno dos olhos, as sobrancelhas são fundamentais para a simetria do rosto. Entretanto, a curvatura desenhada por seus pelos pode incomodar algumas pessoas, sobretudo pela falta de fios ou o seu aspecto desalinhado. De modo geral, a queda de fios se deve a diversos fatores, como questões genéticas, alterações químicas, entre outros.
Nesse sentido, o transplante de sobrancelhas trata-se de uma cirurgia reconstrutiva ideal para indivíduos incomodados com a aparência da região, e desejam resgatar o contorno dos olhos. Além do aspecto estético, as sobrancelhas são fundamentais para a proteção do olho, já que os pelos impedem que o suor escorra pelos nossos olhos, por exemplo.
Sendo assim, esta técnica consiste basicamente na extração de fios da área doadora para implantação na região afetada. Entretanto, exige-se bastante cautela, especialmente por conta da delicadeza dos tecidos da região dos olhos. Após a intervenção, as pálpebras superiores podem apresentar inchaço. Por isso, recomenda-se o uso de compressas frias.
Ademais, esse tipo de efeito colateral tende a desaparecer logo após a primeira semana. Para tanto, basta seguir as recomendações médicas como não se expor ao sol, evitar atividades físicas nos primeiros 15 dias e fazer a higienização com produtos específicos.

3. Transplante de barba ou bigode
Em via de regra, ter uma barba fechada estilo "lenhador" é uma condição restrita à genética masculina. Entretanto, aqueles que apresentam falhas pelo rosto também podem sonhar com uma barba densa.
Esse procedimento pode ser muito útil, sobretudo em homens que sofram com marcas e cicatrizes, sejam elas provocadas por acidentes ou até mesmo pelo surgimento de espinhas.
O transplante de barba ou bigode é uma técnica análoga ao implante capilar. Ou seja, os fios são retirados da área doadora (geralmente abaixo do queixo ou da nuca) e reimplantados na área desejada.
A aplicação dos fios modelados se dá a partir de microincisões, em uma técnica chamada de FUE. Nesse caso, os fios são coletados individualmente, não havendo, portanto, a necessidade de cortes. Consequentemente, esta é uma modalidade em que não há qualquer cicatriz aparente na região doadora transplantada.
Qualquer pessoa pode fazer esse tipo de transplante?
Antes de programar qualquer cirurgia plástica, é fundamental realizar uma avaliação clínica para entender as melhores formas de tratamento, incluindo a aplicabilidade de algumas técnicas — já que existem pacientes inabilitados para determinadas intervenções cirúrgicas.
Vale lembrar que, doenças dermatológicas como quelóides podem inviabilizar procedimentos como o transplante de barba. Sendo assim, é de suma importância que o seu cirurgião faça uma avaliação segura, identificando prioritariamente as causas do problema.
E aí, gostou das dicas e informações que trouxemos neste artigo? Em caso afirmativo, não deixe de conferir os demais posts que compartilhamos em nosso blog sobre implante capilar masculino e feminino. Caso tenha interesse em algum desses procedimentos, entre em contato conosco e agende uma avaliação agora mesmo!