Qual a relação entre o implante capilar e a autoestima? Entenda!

Qual a relação entre o implante capilar e a autoestima? Entenda!

Qual a relação entre o implante capilar e a autoestima? Entenda!

O implante capilar e a autoestima se relacionam intimamente, afinal, não são raras as oportunidades em que a queda de cabelo provoca efeitos negativos na vida pessoal e profissional dos indivíduos acometidos pela calvície.

Provocada pela Alopecia Androgenética, essa doença é mais comum do que se imagina. De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia Clínico Cirúrgica (SBDCC), cerca de 80% dos homens poderão apresentar sinais do problema até os 70 anos. 

Já entre as mulheres, 40% delas poderão experimentar em algum momento da vida eventos de queda ou falhas do cabelo. Nesse sentido, para devolver os fios e reverter a calvície, o implante capilar vem se popularizando ainda mais nos últimos anos.

Quer entender mais sobre o assunto? Então, continue sua leitura!

Qual a relação entre o implante capilar e a autoestima?

Antes de qualquer coisa é preciso entender que a autoestima é um dos principais recursos responsáveis pela manutenção do bem-estar e qualidade de vida das pessoas. Por meio dela é possível obter êxito em diversos aspectos da vida pessoal e profissional.

Em contrapartida, as imperfeições que comprometem a aparência podem provocar incômodos e gerar uma baixa autoestima. A queda de cabelo, por exemplo, afeta tanto as relações pessoais quanto profissionais.

Vale lembrar que o cabelo tem papel social e emocional muito importante. Por isso, a queda acentuada dos fios pode culminar no desenvolvimento de transtornos psicossociais, especialmente em função do isolamento e da tentativa de frear a queda de cabelo.

Além disso, muitos homens e mulheres adotam medidas drásticas como o uso indiscriminado de produtos e medicamentos. Em quadros mais severos, é comum que os homens raspem todo o cabelo ou usem bonés para esconder a calvície.

Entretanto, essas ações podem resultar em prejuízos no desempenho profissional e acadêmico ou até mesmo comprometer o relacionamento familiar. Afinal, a insatisfação com a aparência impacta diretamente na confiança dos pacientes.

Como o desequilíbrio emocional atua na queda do cabelo?

A autoimagem é essencial para a manutenção da qualidade de vida e, por isso, a queda de cabelo pode desencadear um importante desequilíbrio emocional. Aliado a isso, a calvície feminina e masculina são encaradas como um momento de sofrimento intenso.

Em consequência, o estresse se torna um fator agravante, já que as alterações hormonais e metabólicas são responsáveis pela diminuição no volume dos fios — além de fatores clínicos e genéticos.

Dessa forma, uma boa alimentação é indispensável, afinal, permite um melhor controle dos níveis hormonais e atua diretamente no estímulo de crescimento dos fios. Assim, manter o equilíbrio emocional pode contribuir para diminuição de calvícies precoces.

Afinal, quando fazer o implante capilar?

O primeiro passo para estabelecer o melhor tratamento é fazer uma avaliação com um profissional qualificado. Assim, é possível estudar as causas do problema e definir um tratamento individualizado para minimizar o incômodo da perda de cabelo.

É importante lembrar que nem sempre o implante capilar é a melhor alternativa. Existem medicamentos que podem ser utilizados para reduzir a intensidade da queda dos fios. Assim, o procedimento cirúrgico é indicado apenas em casos de calvície ou cujo tratamento alternativo não apresentam os efeitos desejados.

Ademais, existem algumas condições que inviabilizam o procedimento. Como é o caso de pacientes que apresentam uma doença autoimune conhecida como Alopecia Areata. Nesse caso, o tratamento mais indicado está baseado no uso de corticoides e medicamentos imunoterápicos.

Quais os benefícios reais do implante capilar?

As cirurgias capilares estão cada vez mais modernas e, por isso, apresentam uma série de benefícios importantes, como excelentes resultados em pouco tempo e o processo de cicatrização simplificado, não deixando qualquer marca ou cicatriz evidente.

Além disso, é preciso destacar o ganho de autoestima proporcionado pelo implante de folículos capilares. Confira, a seguir, algumas das principais vantagens em adotar essa técnica para ter de volta a vida que sempre sonhou!

Naturalidade

Os implantes capilares são normalmente viabilizados pela doação de folículos do próprio bulbo capilar. Nesse sentido, a aceitação do procedimento é alta, chegando a 95% de sucesso nos procedimentos de restauração capilar. Além disso, o resultado é bastante natural e duradouro.

Resultados rápidos

Em tese, cada sessão permite a implantação de centenas de unidades foliculares em uma cirurgia que pode durar entre 5 e 10 horas. O paciente raramente precisa ficar internado, já que recebe anestesia local e não existem efeitos colaterais importantes.

Cicatrização

O procedimento cirúrgico adota técnicas conhecidas como FUE. Nesse tipo de procedimento, portanto, o paciente não apresentará cicatrizes lineares. Assim, é possível sem cortes, deixar o cabelo uniforme e com cicatrizes imperceptíveis.

Agora que você já sabe qual a relação entre o implante capilar e a autoestima, o que acha de agendar uma avaliação agora mesmo? Descubra como obter resultados de qualidade, permanentes e naturais!